Início » ‘A única coisa que mereço é uma morte digna’: a mulher que conseguiu descriminalizar a eutanásia no Equador
Saúde & Bem Estar

‘A única coisa que mereço é uma morte digna’: a mulher que conseguiu descriminalizar a eutanásia no Equador

A única coisa que mereço é uma morte digna': a mulher que conseguiu descriminalizar a eutanásia no Equador
[ad_1]
Paola Roldán junto do marido, Nicolás

Crédito, Instagram/Paola Roldán

Legenda da foto,

Paola Roldán foi diagnosticada com ELA há três anos

  • Author, Redação
  • Role, BBC News Mundo

A vida de Paola Roldán tomou um rumo inesperado em agosto de 2020.

Ela desmaiou enquanto fazia ioga. E, um tempo depois, sentiu como se estivesse se afogando ao empurrar o carrinho do bebê.

No início, os exames não revelaram nada. Mas, diante do mal-estar persistente, Paola decidiu continuar investigando o que estava acontecendo.

[ad_2]

Fonte: CNN

Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para responder às suas perguntas. Informe se quer enviar pautas.